Pomadas para coceira

As pomadas para coceira possuem em sua composição fármacos que atuam em mais de uma frente para aliviar a sensação e proteger a pele do incômodo. Pode ser uma picada de inseto que causou uma reação alérgica, pele ressecada, dermatites, entre outras causas, cada agente vai atuar de uma forma. 

São pomadas comumente encontradas em farmácias ou drogarias, no entanto, é necessária a indicação do dermatologista ou clínico geral, que vai avaliar a causa para assim definir qual o tipo e a dose de forma individualizada. 

Continue lendo o post, entenda os principais motivos que levam a coceira e quais os compostos usados nas principais pomadas. Acompanhe!

A coceira (prurido) nem sempre é um pequeno incômodo e pode estar relacionada a uma reação alérgica um pouco mais grave. A pele geralmente coça por vários motivos, os mais comuns são:

imagem 72

Pomadas com anti-histamínicos

As pomadas compostas por anti-histamínicos são geralmente indicadas para reações alérgicas que se manifestam na pele, dermatite de contato e picadas de inseto. Seu papel é bloquear a histamina, assim reduzem a dilatação dos vasos sanguíneos, a formação das lesões (bolhas e empolações), vermelhidão e sensação de queimação. 

Os principais fármacos usados são:

Dexclorfeniramina 

Possui ação antimuscarínica para bloquear os receptores de histamina. Atua tanto na prevenção, quanto no alívio das manifestações alérgicas. É especialmente recomendado para urticária, rinite, coriza, conjuntivite, entre outros distúrbios de pele que causam coceira. 

Dimetindeno 

É um anti-histamínico da segunda geração. Trata-se de um potente antialérgico e anticolinérgico, que atua como um antagonista seletivo do receptor H1. Sua ação evita a histamina de se ligar a esse receptor, reduzindo a coceira. 

Cloridrato de Prometazina 

É um anti-histamínico de uso sistêmico que atua no sistema nervoso, pele e sistema respiratório. 

Os nomes comerciais das pomadas com esses compostos são Profergan, Fenergan e Polaramine.

Pomadas com anti-histamínicos

As pomadas compostas por anti-histamínicos são geralmente indicadas para reações alérgicas que se manifestam na pele, dermatite de contato e picadas de inseto. Seu papel é bloquear a histamina, assim reduzem a dilatação dos vasos sanguíneos, a formação das lesões (bolhas e empolações), vermelhidão e sensação de queimação. 

Os principais fármacos usados são:

Dexclorfeniramina 

Possui ação antimuscarínica para bloquear os receptores de histamina. Atua tanto na prevenção, quanto no alívio das manifestações alérgicas. É especialmente recomendado para urticária, rinite, coriza, conjuntivite, entre outros distúrbios de pele que causam coceira.

Dimetindeno 

É um anti-histamínico da segunda geração. Trata-se de um potente antialérgico e anticolinérgico, que atua como um antagonista seletivo do receptor H1. Sua ação evita a histamina de se ligar a esse receptor, reduzindo a coceira.

Cloridrato de Prometazina 

É um anti-histamínico de uso sistêmico que atua no sistema nervoso, pele e sistema respiratório. 

Os nomes comerciais das pomadas com esses compostos são Profergan, Fenergan e Polaramine.

Pomadas com corticoide

Os corticoides são fármacos que reduzem as inflamações a partir da redução das atividades do sistema imunológico quando esse apresenta alguma resposta além do necessário. Atuam principalmente na ação do hormônio cortisol que influencia nas atividades celulares da pele e tecidos. 

Os corticoides tópicos (cremes e pomadas) são recomendados quando a coceira traz grande desconforto ou quando os tratamentos anteriores não surtem resultados eficazes. As pomadas são comumente usadas como tratamento auxiliar nos casos de psoríase, eczemas em associação a antifúngicos.  

Os fármacos mais comuns são:

Hidrocortisona

É usada no tratamento de dermatites em geral, doenças associadas à tireoide, artrite reumatoide, asma, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, entre outras. No caso das dermatites, a Hidrocortisona modifica a resposta imunológica, assim o organismo pára de “lutar” contra o agente externo. Também libera mediadores endógenos para reduzir a inflamação da pele.

Dexametasona

Esse medicamento é um potente anti-inflamatório e imunossupressor, usado no tratamento de várias doenças de pele, alergias, asma, doença pulmonar, edema cerebral, entre outras. Age inibindo a ação dos mediadores endógenos da inflamação, como a histamina, cinina e enzimas, modificando a resposta imunológica.

Desoximetasona

A Desoximetasona é um fármaco da família dos corticosteróides tópicos. É recomendada principalmente para o alívio de diversas condições de pele, como erupções cutâneas e prurido, além de queimaduras, psoríase e eczema. 

Os medicamentos comercializados com essas substâncias são Berlison,Hidrocorte, Cortidex e Esperson. Só devem ser usados com recomendação médica. 

Pomadas calmantes

Quando a coceira ocorre devido à secura extrema ou desidratação da pele, o dermatologista pode indicar pomadas com substância calmantes. O intuito é aliviar os sintomas da coceira, mas também ajudar na nutrição e hidratação da pele. 

As substâncias mais comuns dessas pomadas são:

Calamina

A calamina é um fármaco constituído de óxido de zinco e outros componentes, que agem no alívio do prurido. Também reforçam as propriedades adstringentes e protetoras da pele. São comumente usadas de forma isolada ou como complemento a outros tratamentos para alergias, picadas de inseto, queimaduras e erupções cutâneas como catapora. 

Alantoína 

A Alantoína age em mais de uma frente para reduzir a coceira. Possui propriedades anti-inflamatórias, calmantes e hidratantes. Atua como emoliente, formando uma camada protetora sobre a pele, evitando que perca água. Também é um agente calmante, ideal para peles sensibilizadas e irritadas 

Na drograria, as pomadas com esses compostos são popularmente vendidas com os nomes comerciais Calamyn, Ducilamina, Solardril, Caladry, Contractubex, entre outras. Podem ser usadas em crianças e adultos. 

imagem 73

Quando procurar um dermatologista

Qualquer alteração na pele é motivo de ligar o alerta. Se a coceira for exagerada ou causada por picada de inseto quando acompanhada de queda na pressão arterial, sensação de desmaio ou tontura é necessário procurar ajuda médica com urgência. 

Fora esses casos, o paciente pode aguardar um pouco, mas deve procurar o dermatologista para avaliar a causa da coceira. 

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário