Tratamento a Laser para Manchas em São Paulo

Imagem 30

Manchas solares, de idade, manchas de melasma, rosácea, enfim, a maior parte das lesões de pele pode ser tratada com a laserterapia, sobretudo aquelas causadas pela hiper atividade dos melanócitos. O laser para manchas vai justamente agir na quebra das células hiperpigmentadas, fazendo com que voltem a sua tonalidade normal.

Trata-se de uma tecnologia usada desde o final dos anos 1990 e que tem se atualizado constantemente. Hoje, temos no mercado aparelhos mais modernos, com disparos cada vez mais precisos, capazes de atingir somente o pigmento, preservando a área circunvizinha.

A Clínica de Dermatologia Dra. Juliana Toma tem experiência em Tratamento a Laser para Manchas em São Paulo.

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

NOSSA ESTRUTURA

Clínica localizada na região dos Jardins em São Paulo

Conta com valet gratuito na porta e estacionamento no local. Amplas instalações modernas. A clínica está pronta para receber seus pacientes de forma especial, e utilizar últimas tecnologias do mercado de maneira eficaz.

Tratamento a Laser Para Manchas em São Paulo

Como funciona o laser

O laser é um aparelho que produz energia eletromagnética direcionada. O intuito é atingir um determinado “alvo” na pele de modo a modificar sua estrutura física, química ou biológica, dependendo do tipo de tratamento. 

Na Dermatologia, o feixe de luz atinge o alvo, que pode ser um pigmento do próprio organismo, como o caso da melanina que causa as manchas solares, a tinta de uma tatuagem ou moléculas de água, para estimular a produção de uma nova camada de pele e a produção de colágeno novo.

No caso dos pigmentos, o laser vai destruí-los e o próprio organismo vai se encarregar de eliminar os resíduos por meio do sistema linfático. 

A grande vantagem aqui é a possibilidade de direcionar os feixes de luz, de modo a atingir somente o pigmento. A queima do tecido circundante é mínima, visto a capacidade de atingir exatamente o local a ser tratado. Dessa forma, o laser causa menos efeitos colaterais como inchaço, vermelhidão ou hematomas. 

Geralmente, o tratamento a laser é considerado um procedimento ambulatorial, isso quer dizer que não necessita pernoite ou internação. O médico irá fazer disparos nos locais que apresentam as máculas. Para áreas pequenas, é aplicada anestesia local, no entanto, se todo o rosto for tratado, possivelmente receberá anestesia geral. 

O procedimento dura em média 40 minutos se for apenas uma área, mas o tratamento facial completo pode levar até 2 horas.

Agende via WhatsApp sua consulta

O tratamento a laser é indicado para pessoas que sofrem com algum tipo de mancha de pele, principalmente aquelas que apresentam grande desconforto estético por conta das máculas. É recomendado apenas para maiores de 18 anos e não há uma idade limite para recorrer ao procedimento, desde que não tenha nenhuma condição que o impeça.

Quais os tipos de laser mais usados no clareamento de manchas?

Entre os mais comuns, podemos destacar:

Laser Rubi

O Laser de Rubi é uma fonte sólida, com alcance baixo e por isso é usado somente em pigmentos escuros. É indicado para manchas mais escuras, como melasma. 

Laser ND:YAG

Também apresenta uma fonte sólida e seu alcance é médio. É indicado principalmente para tratamentos durante o verão, visto que não agride a camada superficial da pele.

Laser CO2 Fracionado

Diferente dos anteriores, o Laser fracionado possui uma fonte gasosa e suas indicações são mais amplas. Pode tratar desde manchas mais simples às mais complexas, sendo usado na redução na flacidez, rugas, eliminação de quelóides, etc.

Laser Picosegundo

Esse laser conta com lentes e tecnologia que permite a emissão de pulsos de laser na velocidade de picossegundo. É a opção ideal para o tratamento de melasma, tatuagem e outras manchas que apresentam pigmentação.

Dra Juliana Toma Dermatologia Sao Paulo
UM POUCO SOBRE A DRA.

Dra. Juliana Toma

CRM-SP 156490 / RQE 65521

Médica dermatologista, com Residência Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP-EPM).

Especialização em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Fellow em Tricologia, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA

CONHEÇA A EQUIPE
CLÍNICA DE DERMATOLOGIA DRA. JULIANA TOMA

Agende sua consulta. Atendemos pacientes particulares

Dermatologia Clínica e Cirúrgica. Tratamentos Faciais e Corporais. Laser em picossegundos. Cosmiatria

AGENDE SUA CONSULTA