Tratamento de celulite

Este artigo foi pensado para você que está procurando por tratamentos de celulite. Reunimos em um só lugar as melhores opções para você não só conhecer como avaliar cada uma delas. 

A celulite, oficialmente chamada de lipodistrofia ginoide, nada mais é do que um pequeno depósito de gordura sob a pele. O distúrbio é marcado pelo surgimento de uma ondinha na epiderme em algumas áreas do corpo.

Seu aparecimento é influenciado pelo estrogênio, hormônio sexual feminino, por isso, concentra-se em regiões como coxas, quadris, nádegas, mamas e na parte inferior do abdome, áreas que também caracterizam o padrão feminino de deposição de gordura. 

Vale ressaltar que esta condição não se restringe à pessoas obesas. Muitas mulheres embora magras, possuem celulites.

Este problema é menos frequente em homens. Contudo, pode surgir em situações de desequilíbrio hormonal, nesses casos, os quadris e os braços costumam ser os mais afetados. 

Apesar da celulite não ser considerada uma doença, ela causa um grande desconforto estético, o que acaba gerando uma grande busca por tratamento. 

Muitas mulheres se arriscam com terapias caseiras espalhadas pela internet colocando em risco a saúde da pele. Todo e qualquer tratamento dermatológico deve ser feito com acompanhamento do especialista. 

Que tal falarmos sobre as melhores alternativas?

celulites

1 – Cremes contra celulite

Você já deve ter ouvido falar e quem sabe até mesmo testado algum creme anti-celulite. Esses produtos, usados de maneira adequada, realmente podem ajudar.

Geralmente, eles agem promovendo a quebra de moléculas de gordura. Além disso, aumentam a circulação sanguínea e linfática para área tratada, diminuindo assim a fibrose e promovendo a produção de novas fibras de colágeno, o que dá mais firmeza a pele. 

Basta aplicar o creme diariamente nas áreas com celulite. Recomenda-se que a aplicação seja feita duas vezes por dia logo após o banho, o que facilita a absorção do produto pelo tecido. 

Outra dica é aproveitar o momento para fazer uma breve massagem modeladora. Enquanto passa o creme, faça movimentos vigorosos e rápidos sobre a pele, tais movimentos ajudam a ativar a circulação, o que potencializa os resultados do creme anti-celulite. 

É muito importante que você faça a escolha do produto certo para o seu tipo de pele, para que não sejam afloradas características negativas já presentes neste tecido, como a oleosidade, por exemplo. Consulte um dermatologia de sua confiança antes de começar qualquer tratamento.

2 – Massagem modeladora

A massagem modeladora trabalha tanto o sistema linfático, eliminando o líquido acumulado no corpo, como as placas de gordura, facilitando sua quebra e eliminação. 

Por isso, é indicada para os mais variados casos de celulite, especialmente para aqueles que estão associados a gordura localizada. Pessoas que sofrem com grande flacidez da pele ou que são geneticamente predispostas a ter celulites geralmente não apresentam resultados tão significativos com este tipo de tratamento. 

São muitos os benefícios da massagem modeladora, veja alguns exemplos: 

  • Melhora o retorno venoso ajudando na eliminação de líquidos na epiderme 
  • Melhora a circulação sanguínea 
  • Combate dores e desconfortos presentes nos casos mais graves de celulite 
  • Ajuda na eliminação de nódulos de gordura, deixando a pele mais lisa
  • Acelera a metabolização 
  • Reduz a flacidez  
  • Facilita e penetração de substâncias que combatem a celulite, como os cremes apresentados no item anterior

Para que o tratamento se torne efetivo é preciso que o profissional tenha domínio da técnica. A massagem precisa ser firme e ter movimentos rápidos e repetitivos para que atinja as camadas de gordura. Além disso, é crucial que o profissional respeite o sentido da drenagem linfática, realizando manobras de deslizamento e amassamento. 

Se você está em busca de um resultado rápido, sugerimos a combinação entre este e outros tratamentos de celulite. E claro, uma alimentação balanceada, rica em alimentos diuréticos e antioxidantes.

3 – Drenagem linfática

Você certamente já ouviu falar em drenagem linfática como tratamento que combate celulites. 

O procedimento promove a eliminação do líquido intersticial, que leva consigo diversas toxinas, e o que nos importa aqui, reduz as ondulações da pele. 

A drenagem é mais do que uma simples massagem. A técnica é controlada e aplicada com foco especificamente no sistema linfático. Na prática, se trata de uma manobra que imita o bombeamento fisiológico desse sistema, que é composto por vasos e ductos. 

Cada movimento deve ser realizado de maneira estratégica, e os resultados começam aparecer imediatamente após as sessões, pois o corpo logo começa a desinchar. 

Geralmente, este tratamento não é indicado sozinho, já que dificilmente será suficiente para eliminar por completo as celulites. Mas não se preocupe, seu dermatologista saberá exatamente como te orientar nesse sentido. 

De qualquer forma, a drenagem linfática é aliada de todos que desejam melhorar a aparência do corpo, além de tratar celulites, o método estimula a eliminação de toxinas que favorecem o envelhecimento precoce e melhora a absorção intestinal e a oxigenação dos tecidos, controlando a deposição de gordura localizada.

celulite

4 – Suplementos alimentares

Não existe nenhuma dieta específica para celulite. Se um dia alguém te sugeriu uma combinação de alimentos prometendo eliminação completa da celulite, você provavelmente foi enganado. 

Contudo, existem alguns alimentos capazes de estimular a eliminação de toxinas, reduzir a retenção de líquidos, otimizar o metabolismo das gorduras e melhorar a circulação do sangue por todo o corpo. 

São esses os suplementos alimentares que gostaríamos de te apresentar, alguns itens que podem ser adicionados a sua dieta e te ajudarão na luta contra as celulites. 

Que tal alguns exemplos?

  • Folhas verde-escuras
  • Oleaginosas
  • Água de coco
  • Maçã
  • Salmão, sardinha e atum
  • Abacaxi
  • Banana
  • Chá-verde
  • Linhaça

São apenas algumas sugestões. Mantenha uma dieta balanceada e fuja de qualquer excesso.

5 – Laser

Você já deve ouvido falar no tratamento a laser para celulite. O procedimento é simples. É aplicada anestesia local para evitar qualquer desconforto. Após isso, são feitos dois pequenos furos, onde são inseridas as cânulas de fibra ótica do aparelho. O laser é aplicado através das incisões.

Como o laser ajuda no combate a celulites?

Para começar, o tratamento destrói a gordura localizada. Além disso, quebra septos fibrosos, deixando a pele mais regular. 

E tem mais, esta técnica estimula a produção de colágeno, o que ajuda na recuperação da firmeza e da elasticidade da pele

Todo o procedimento dura cerca de uma hora e meia, e os resultados começam a aparecer desde a primeira sessão.

6 – Radiofrequência

Os resultados da radiofrequência são progressivos. Embora os sinais de melhoria apareçam cedo, quanto mais sessões, melhores e mais notáveis serão os seus efeitos. 

O equipamento de radiofrequência eleva a temperatura da pele e do músculo logo abaixo dela para cerca de 41°C. Desta forma, promove quebra das células de gordura e estimula a contração do colágeno, dando mais harmonia a pele, que se torna mais firme. 

Além disso, com o tempo, o tratamento causa também um aumento na produção de colágeno e elastina, dois componentes estruturais essenciais a sustentação do tecido cutâneo. Até por isso, o resultado se torna cada vez melhor.

É recomendada uma sessão por semana, que na maioria dos casos deve vir acompanhada de uma sessão de drenagem linfática logo a seguir para eliminação das toxinas envolvidas.

7 – Lipocavitação

A lipocavitação contribui para eliminação da gordura localizada na barriga, nas coxas e nas costas, e consequentemente, minimiza e trata celulites

O tratamento é feito através de um aparelho ultrassom que emite ondas capazes de penetrar o corpo e quebrar moléculas de gordura. A técnica deve ser combinada a sessões de drenagem linfática, para que desta forma, sejam eliminadas todas as toxinas e os excessos de líquidos da região, além é claro, das células de gorduras quebradas pelo tratamento e direcionadas ao sistema linfático.

O procedimento é bem simples e leva cerca de 40 minutos. Após aplicar um gel sobre a área tratada, o profissional utilizará o aparelho realizando movimentos circulares. O tratamento é completamente indolor. 

O número de sessões necessárias varia muito de pessoa para pessoa de acordo com a quantidade de gordura acumulada. São recomendadas pelo menos 2 sessões por mês.

tratamento de celulite 1

8 – Carboxiterapia

A carboxiterapia é uma técnica terapêutica baseada na aplicação de gás carbônico sobre uma determinada área da pele, esticando-a. 

O tratamento promove uma microcirculação, facilitando a irrigação sanguínea desses tecidos, o que aumenta a chegada de nutrientes e estimula uma remodelagem na região. Além disso, quebra as células de gorduras localizadas e aumenta a produção de colágeno, o que está diretamente relacionado a celulite.  

A entrada do gás e o deslocamento da pele podem gerar um leve desconforto. Contudo, a dor é passageira e o procedimento rápido, com uma duração máxima de 30 minutos. 

São indicadas duas sessões semanais, e após cada uma delas, é recomendada a realização de exercício físico moderado e uma sessão de drenagem linfática. O objetivo é a eliminação completa da gordura e dos líquidos depositados para recuperação da aparência da pele.

9 – Endermologia

A endermologia é um tratamento minimamente invasivo e bastante eficaz. O método consiste na aplicação de um sistema de sucção e dois rolos. Tais instrumentos são utilizados na execução de movimentos específicos que estimulam a circulação sanguínea e executam a drenagem linfática. 

Essa massagem vigorosa e específica funciona como uma sucção da pele, o que desloca a camada de gordura da fáscia que recobre os músculos, remodulando o corpo e deixando a pele mais macia e brilhante

O tratamento é completamente indolor e ajuda a eliminar celulite. Contudo, os benefícios levam um tempo para tornarem-se significativos. Os resultados da endermologia costumam surgir após a décima sessão. 

São recomendadas sessões de 30 minutos duas vezes por semana, quantidade que pode variar bastante de acordo com o grau da celulite e com o tamanho da região a ser tratada. 

10 – Mesoterapia

Mesoterapia é o nome de uma técnica de aplicação de medicamentos em um determinado local. A ideia é que essa aplicação direta concentre as substâncias na área tratada, ampliando seus efeitos. As doses devem ter baixa concentração e o coquetel deve ser diluído para reduzir os riscos de efeitos colaterais. 

Este método está entre os tratamentos de celulite mais utilizados, e pode ser usado ainda no combate a gordura localizada e a queda de cabelo

Geralmente, são mesclados diferentes compostos, combinação que depende muito da queixa de cada paciente e da gravidade do problema apresentado.

O procedimento é feito por meio de agulhas de até 2 milímetros de diâmetro, que podem alcançar até 8 milímetros de profundidade. Quanto mais profunda a penetração, maior a área tratada. 

São recomendadas entre 5 e 10 sessões, que duram aproximadamente 30 minutos cada e podem ser feitas semanalmente. 

Os primeiros resultados da mesoterapia tornam-se evidentes após a terceira sessão, evoluindo progressivamente nas seguintes.

11 – Ultrassom com lipolíticos

Você já ouviu falar no ultrassom com lipolíticos? Estamos quase no fim de nossa lista e este é um dos tratamentos de celulite menos conhecidos, embora muito indicado. A técnica promove modificações nas ligações intercelulares, aumentando a permeabilidade da membrana celular. 

O ultrassom com lipolíticos é mais potente que o ultrassom convencional. Contudo, ainda estão em andamento muitos estudos que analisam a eficácia do método, o que acaba causando desconfiança em algumas pessoas. 

De toda forma, são inegáveis seus resultados, que já foram experimentados por muitas pessoas não só no tratamento da celulite como também no controle da deposição de gordura, que pode acabar gerando prejuízos à saúde.

12 – Gesso liporredutor

Mesmo que você nunca tenha feito nenhum tratamento com gesso liporredutor, certamente já ouvir falar dele. O gesso combina diferentes substâncias que endurecem quando aplicadas a pele e promovem aquecimento e vasodilatação. 

Além disso, geralmente a mistura contém compostos ativos como a cafeína, capazes de quebrar a gordura e estimular a drenagem dos líquidos acumulados. 

Assim como é o caso do tratamento por meio do ultrassom com lipolíticos, a eficácia do gesso liporredutor ainda não foi completamente comprovada, embora muitos casos de melhoras, mesmo em graus mais avançados de celulite, já tenham sido descritos. 

São recomendadas 10 sessões. Em cada uma delas o indivíduo deve permanecer 5 horas com o gesso, período no qual pode desempenhar normalmente suas atividades. Após retirada, lave bem a região. Você logo notará alguns sinais de melhora em sua pele.

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário

× Agendamento de Consulta