Benefícios da toxina botulínica – Descubra os principais

Você provavelmente já ouviu falar nos benefícios da toxina botulínica para o rejuvenescimento facial, mas além desses, temos muitos outros que também merecem ser conhecidos. 

As diferentes terapias que utilizam a neurotoxina são amplamente utilizadas devido aos resultados eficazes, rápidos e, muitas vezes, duradouros. Quando realizados por profissionais capacitados, os riscos e efeitos colaterais são mínimos, tornando os tratamentos totalmente seguros.  

Leia também: Toxina botulínica – tudo o que você precisa saber sobre

No post de hoje você entenderá um pouco mais sobre as inúmeras aplicações do botox, bem como seus benefícios. Boa leitura!

3

Como funciona a toxina botulínica para fins estéticos

A toxina botulínica paralisa o movimento dos músculos. Isso acontece pois ela inibe a comunicação entre os nervos e os músculos. 

O botox vai reduzir a contração da musculatura, bem como sua tensão. Isso vai reduzir as dobras da superfície da pele, proporcionando um aspecto “esticado” ou relaxado. A pele fica mais lisa, com aspecto jovial, com marcas de expressão e rugas menos visíveis. 

Os efeitos duram entre 4 e 6 meses. Depois disso, a toxina é estabilizada, por isso são necessárias mais de uma, assim os resultados se mantêm por mais tempo.

Benefícios da toxina botulínica para fins estéticos

Na estética, as terapias que utilizam a toxina botulínica atuam em duas frentes:

Preventiva: o intuito é paralisar os músculos para reduzir ou bloquear a movimentação muscular na região aplicada. Isso reduz a formação de linhas de expressão, rugas e demais marcas do envelhecimento. 

Reparativa ou corretiva – o intuito aqui é promover o rejuvenescimento facial, relaxando ou inibindo a tensão muscular. Os tratamentos mais comuns reduzem rugas, flacidez cutânea e marcas do tempo no rosto e pescoço. 

Entre os benefícios da toxina botulínica para fins estéticos, podemos ressaltar:

Reduz rugas 

É um dos melhores tratamentos para controle das marcas do tempo, sobretudo para redução de rugas, sejam elas dinâmicas, estáticas ou profundas. Quando aplicado na testa, por exemplo, diminui a aparência das linhas horizontais e pés de galinha nas laterais. 

Reduz linhas de expressão 

A toxina botulínica também levanta as sobrancelhas, de modo a aliviar expressões faciais e proporcionar um ar mais jovem. Efeito semelhante ocorre quando é aplicada na boca, reduzindo as marcas chamadas códigos de barras e a aparência cansada por conta das marcas laterais. 

Promove o efeito lifting

O efeito lifting é aquele que proporciona à pele menos flacidez, dá uma aparência mais descansada e rejuvenescida, que volta a ter o aspecto de anos mais jovem. 

É segura 

Apesar de ser resultado da síntese da bactéria Clostridium botulinum, que produz a neurotoxina mais danosa ao organismo humano, a toxina botulínica é segura. No entanto, essa segurança só é possível quando realizada em consultório dermatológico e por profissionais capacitados, em pequenas quantidades e com acompanhamento.  

O tratamento é pouco invasivo

As aplicações ocorrem apenas na região intramuscular. Isso quer dizer que somente uma pequena camada da pele é afetada, o que evita problemas ou erros relacionados à aplicação. 

Não influencia o retorno às atividades

No mesmo dia que for realizado o procedimento, o paciente já pode retornar às suas atividades corriqueiras. Pode retornar ao trabalho ou às atividades acadêmicas, desde que sejam evitados grandes esforços físicos.

Exige poucos cuidados após a aplicação

Os cuidados são mínimos, incluindo evitar exercícios físicos um ou dois dias após a aplicação. Também é importante evitar a exposição solar durante os horários de maior incidência dos raios ultravioletas e recomenda-se o uso de protetor solar. 

Poucos efeitos colaterais

Quando tomados todos os cuidados antes e depois da aplicação, os efeitos colaterais são mínimos. Entre eles pequenos hematomas, sintomas semelhantes aos da gripe, dor de cabeça, sensação de ardência e um pequeno inchaço no local.

A maioria deles são temporários e não exige grande preocupação, no entanto, ao surgir algum deles é necessário procurar ajuda médica.

Agende sua consulta

Agende uma consulta e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Atendimento de Segunda a Sábado

Design sem nome 54

Benefícios da toxina botulínica para fins clínicos

A toxina botulínica é utilizada no tratamento de mais de 80 patologias, condições ou doenças. Vamos a um resumo das terapias mais comuns:

  • Dores neuropáticas e dores crônicas – Trata a rigidez muscular excessiva, espasticidade e distonia, atuando de modo a inibir a liberação de mediadores inflamatórios e neurotransmissores periféricos dos nervos sensoriais da dor.
  • Hiperidrose – o suor em excesso pode ser tratado com a aplicação da toxina, que inibe a ação das glândulas sudoríparas nas axilas, palma das das mãos e plantas dos pés.
  • Espasmos faciais (tique nervoso) – Reduz o fechamento involuntário dos olhos, facilitando a visão e diminuindo as dores.
  • Parkinson – Reduz problemas musculares, a distonia de membros, distonia oromandibular, tremores, constipação, entre outros sintomas.
  • Lesões medulares – Reduz sequelas de lesões medulares.
  • Blefaroespasmo – É o distúrbio em que os olhos se fecham de forma involuntária e descontrolada. A toxina impede a movimentação involuntária dos músculos.
  • Enxaqueca crônica – Inibe a chegada dos sinais de dor aos neurônios, representando uma melhora sensível na qualidade de vida do paciente.
  • Correção do estrabismo – A toxina relaxa e alinha os olhos.
  • Bruxismo – A toxina botulínica é indicada quando ocorre o desgaste dos dentes ou dores de cabeça. 
  • Microcefalia – Aumenta a capacidade de movimento das articulações dos bebês com microcefalia e reduz sensivelmente os medicamentos utilizados que podem causar algum efeito colateral.
  • AVC – Pacientes com AVC recebem a toxina para relaxar a musculatura e facilitar os exercícios fisioterapêuticos.
  • Sequelas cerebrais e medulares – a toxina botulínica auxilia nas respostas neurológicas.
  • Salivação em excesso – bloqueia a ação excessiva das glândulas salivares, estabilizando a salivação.

Vale ressaltar a importância do diagnóstico e da prescrição do médico para o tratamento. O objetivo do post é apenas informativo. 

Leia também: Toxina botulínica – tudo o que você precisa saber sobre

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário