Cuidados com os cabelos no inverno

Quando a temperatura cai, é importante manter os cuidados com os cabelos, o que pode exigir produtos diferentes, além de novos hábitos para mantê-los bonitos e saudáveis. 

Acontece que no inverno, ocorre não apenas a queda da temperatura, mas também uma redução da umidade do ar, e isso pode castigar não só a nossa pele como também o nosso cabelo, deixando-o mais ressecado

Outro ponto a ser considerado é que nas temperaturas mais baixas as pessoas costumam tomar banhos mais quentes e demorados. A água quente remove a oleosidade natural do couro cabeludo de forma excessiva, provocando um desequilíbrio na proteção do manto lipídico.

Outro fator que contribui para o ressecamento dos fios é o uso com mais frequência do secador. Na pressa, acabamos usando o secador na temperatura máxima, contribuindo para  que o cabelo fique mais áspero e quebradiço, com aspecto opaco e sem vida.

Tudo isso influência na saúde capilar. No entanto, é possível reduzir esses males com cuidados simples, que podem ser adicionados ao cotidiano. Continue lendo e entenda mais sobre como cuidar das madeixas no inverno. Boa leitura!

Lave o cabelo com frequência 

Muitas pessoas diminuem a frequência das lavagens do cabelo durante o inverno. Porém, não faz mal lavar os cabelos no frio, na verdade, é recomendado, visto que a falta de limpeza estimula a produção de óleo pelas glândulas sebáceas presentes no couro cabeludo. 

Normalmente, esse óleo protege o couro cabeludo, mas em excesso, associado a poluição, podem acumular nos fios, entupir o bulbo capilar, causando irritação, coceira e até queda. Daí a necessidade de manter um cronograma de lavagens conforme o tipo de cabelo e a produção natural de óleo. Lave o cabelo pelo menos um dia sim outro não. 

Evite água quente

A água quente pode fazer mal aos cabelos e à pele. Banhos quentes e demorados agridem o couro cabeludo, que responde produzindo mais oleosidade, além de abrir as cutículas dos fios, que ficam mais ressecados, ásperos, quebradiços, com menor oleosidade e brilho. 

Ademais, o uso frequente de água em altas temperaturas pode levar a caspa e dermatite seborreica, uma condição em que surgem a descamação excessiva do couro cabeludo e lesões avermelhadas. 

Apesar do banho frio ser inviável durante o frio, há alternativas que podem evitar esses problemas, como deixar a água do chuveiro mais morna no momento de enxaguar os cabelos, evitando a abertura das cutículas.

Use os produtos adequados para o seu tipo de cabelo

Nesta época do ano, que o cabelo tende a ficar mais ressecado, dê preferencia para  shampoos e condicionadores com propriedades mais hidratantes e potentes. Não utilize os mesmos produtos que você utiliza durante as estações mais quentes.

 

Não esqueça o condicionador

Outro ponto relevante para os cuidados com os cabelos no inverno é o uso do condicionador, responsável por selar as cutículas, o que influencia no brilho e maciez, portanto, não esqueça dele. 

A escolha do condicionador ideal deve ser feita de acordo com o tipo de cabelo e o uso de acordo com as instruções, assim é possível aproveitar ao máximo dos nutrientes presentes na composição. 

Vale ressaltar que o condicionador é a última etapa da lavagem, sempre após o xampu ou outro tratamento como máscara hidratante. Todo o excesso deve ser retirado para evitar o acúmulo de sujeira.

Faça hidratações pelo menos uma vez por semana

Água quente, secador e tempo seco maltratam muito os cabelos. A sugestão aqui para remediar isso é manter a rotina de hidratação em dia. O ideal é hidratar semanalmente, a cada 10 ou 15 dias, conforme o tipo de cabelo e sua fragilidade. 

Você pode escolher entre as diferentes opções de máscaras, entre outros produtos destinados ao seu tipo de cabelo. No momento da escolha, fique longe das fórmulas que possuem em sua composição os parabenos, compostos que ao invés de ajudar podem atrapalhar a produção de lipídios naturais, ressecando os fios e diminuindo o brilho. 

Então, lembre-se que a hidratação é algo positivo, ajuda a manter a saúde dos fios, proporcionando um aspecto mais sedoso e brilhante. Para assegurar a absorção adequada dos nutrientes, leia e siga as instruções dos produtos, deixando agir pelo tempo definido pelo fabricante (nem mais, nem menos).

Aposte na umectação

Outra alternativa para reduzir os danos causados pelo frio é a umectação. É um tratamento que utiliza óleos vegetais naturais como:

  • óleo de rícino – extraído da mamona é rico em vitamina E, ácidos graxos e minerais que restauram e hidratam os fios, combatendo a oleosidade, caspa e dermatite seborreica. 
  • óleo de coco – ajuda na retenção de umidade natural dos fios, bem como sua hidratação. Traz maior brilho e maciez, podendo ser usado em todos os tipos de cabelos. 
  • óleo de argan – também chamado de óleo de ouro do Marrocos, o óleo de argan possui em sua composição, vitaminas A e D, que atuam no fortalecimento e combate a quedas, além de ação antioxidante, que reduz a ação danosa da poluição, vento, temperatura e uso de secadores/chapinha. 
  • óleo de manga – apresenta vitaminas e sais minerais que ajudam na hidratação, principalmente de cabelos cacheados, ondulados e crespos. 
  • óleo de abacate – é rico em vitaminas A, B, D e E, aminoácidos, ácido fólico, entre outros nutrientes que hidratam e nutrem os fios, auxiliando no seu crescimento saudável. 

Além desses, também podem ser usados na umectação os óleos de oliva e de girassol. Esses óleos devem agir por algumas horas com o auxílio de touca a cada 10 dias ou quinzenalmente, mas se os fios estiverem muito danificados, esse processo pode ser repetido semanalmente.

Cuide do frizz

O frizz ou fios arrepiados são aqueles fios que ficam salientes e grossos geralmente no meio e em cima da cabeça. Isso acontece porque a cutícula dos fios se abre com a falta de nutrientes, ação de químicos, uso de chapinha, clima frio e seco. 

Para evitá-lo, a dica é investir em hidratação, tratamentos com óleos e o uso de xampu livre de sulfatos, que apesar de limpar os fios, também podem ressecá-los, facilitando o surgimento do frizz. 

Seque bem os cabelos

Geralmente, em dias frios, o cabelo demora naturalmente para secar, o que fragiliza os fios, aumenta as chances deles ficarem quebradiços, surgir caspa, tínea capilar e dermatite seborreica. 

Por isso é importante secar bem os cabelos. Se for usar secador, aplique antes o protetor térmico e sempre na temperatura fria ou morna, a uma distância de aproximadamente 30 centímetros da cabeça. 

Se possível, deixe os fios secarem naturalmente, tirando o excesso de água com a toalha em movimentos suaves para não quebrá-los. Opte também por um finalizador à base de óleos vegetais para dar mais força, maciez e brilho. Além disso, em hipótese alguma, durma com o cabelo molhado.

Evite determinados acessórios

A última dica está relacionada ao uso de toucas, gorros, chapéus, bonés, entre outros acessórios para a cabeça. 

Eles podem esquentar a cabeça, fazer você suar e reter a umidade, impedindo que os fios “respirem”. Por isso, evite esses acessórios se os cabelos estiverem molhados, muito sujos e ainda usá-los por muitas horas seguidas. 

Agora que você já sabe como cuidar dos seus cabelos no inverno, aplique todas as dicas e garanta fios saudáveis e bonitos em todas as estações do ano. 

Agende uma avaliação através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário

Abrir chat
Agende sua avaliação