Como funciona o rejuvenescimento facial a laser?

O envelhecimento natural, a exposição ao sol, poluição e as mudanças climáticas exigem determinados cuidados com o rosto. Tão importante quanto a rotina com uso de hidratantes e protetor solar, técnicas mais complexas podem revitalizar a pele, melhorando seu aspecto. Entre elas, o rejuvenescimento facial a laser, tratamento que traz uma série de benefícios aos pacientes. 

O laser é uma tecnologia que produz radiação eletromagnética para diferentes fins, inclusive estéticos e dermatológicos. Essa forma de energia, quando atinge um alvo pré-definido, promove sua modificação física, química ou biológica. Esses alvos podem ser desde a melanina presente nas manchas do sol até as células que estimulam a produção de colágeno novo. 

Saiba mais sobre rejuvenescimento facial em “Rejuvenescimento facial – principais técnicas, valores, e muito mais”

Continue lendo, entenda mais sobre as terapias a laser para o rejuvenescimento facial, seus benefícios, quais as indicações, etc. Boa leitura.

Como age rejuvenescimento facial a laser?

O laser gera um comprimento de onda de luz direcionado a um alvo específico. O alvo aqui é a água presente nas células, dessa forma, não há risco da onda de luz atingir a derme. Isso permite a remoção de camadas inteiras de pele, com profundidade e energia pré-definidas, promovendo sua renovação. 

No caso do rejuvenescimento facial, essa exposição provoca um processo inflamatório na região. O resultado da cicatrização é o estímulo da produção de colágeno novo, a retração da pele e seu estiramento, o que melhora as rugas estáticas e dinâmicas. 

Os comprimentos de luz variam de acordo com o objetivo, como a cor vermelha, cujos alvos são a acne e os vasos sanguíneos. Outros agem sobre a melanina para eliminar manchas. 

Atualmente são mais utilizados o laser fracionado e não ablativo, que atuam nas camadas superficiais da pele. A vantagem é uma cicatrização mais rápida.

Quais as indicações?

Pessoas com 30 anos ou mais que queriam melhorar os aspectos do envelhecimento, como flacidez cutânea, amenização de rugas, melhora da aparência dos poros dilatados e amenização de manchas senis. 

O tratamento a laser também é o mais rápido e seguro para a redução de acnes. O laser aqui, aquece o tecido que envolve as glândulas sebáceas, matando as bactérias responsáveis pela acne. Nas olheiras, o laser causa a contração da pele, reduz sua flacidez e atenua a cor escurecida.

Quais as contra indicações?

  • ávidas e lactantes;
  • Pessoas com doenças autoimunes como o lúpus eritematoso; 
  • O laser deve ser realizado com cautela em peles com tons mais escuros.
Há uma melhora significativa no tônus da pele, redução de rugas e linhas de expressão.

Como é conduzido o procedimento?

Antes da sessão, o dermatologista faz a avaliação do paciente para verificar o grau de envelhecimento em que a pele se encontra, suas características gerais e necessidades. Nos dias anteriores ao tratamento, o médico pode prescrever medicações tópicas para preparar a pele. 

A partir daí é definida a data para a sessão. O rejuvenescimento facial a laser é feito no consultório com a aplicação de creme anestésico tópico de alta absorção antes do procedimento. Os olhos também são protegidos com um óculos especial. Quando o anestésico começa a agir, o aparelho é posicionado para a exposição às ondas de luz. 

Durante a sessão, que dura cerca de 40 minutos, o paciente recebe um jato de ar frio (resfriador) para aliviar o desconforto, tornando o tratamento mais agradável. 

Como é o pós-tratamento?

O tempo de recuperação é de poucas horas para o tratamento de rejuvenescimento facial com laser, podendo deixar a pele vermelha por no máximo um dia. Se o intuito for reduzir manchas escuras, a pele retorna ao normal em pouco menos de uma semana. 

Durante as primeiras 24 a 48 horas após o procedimento, o paciente pode apresentar uma sensação de ardência na área, semelhante às queimaduras de sol. Pouco depois, ela ficará ressecada, irá descamar na primeira semana e ficar rosada por até 4 semanas, conforme a profundidade do tratamento. 

Por se tratar de uma técnica não invasiva, não há necessidade de afastamento do trabalho, contudo é importante seguir alguns cuidados, como:

Evitar a exposição prolongada às luzes do sol por pelo menos uma semana após o procedimento;
Usar protetor solar com fator de proteção mínimo de 30 FPS;
Usar medicamentos tópicos (cremes ou pomadas) conforme indicação do dermatologista;
Evitar banhos de piscina e mar durante a primeira semana pós-procedimento;
Evitar usar maquiagem durante a primeira semana;
Evitar o hábito do fumo durante os 15 primeiros dias após o procedimento;
Se possível, reserve uma semana sem eventos sociais.

Quais os possíveis resultados?

Os resultados são perceptíveis com o tempo, por meio de uma renovação celular da pele. O mais sensível deles é o efeito lifting que surge a partir de 3 a 4 semanas após a primeira sessão. Há uma melhora significativa no tônus da pele, redução de rugas e linhas de expressão. 

Os resultados são sentidos por um período de até 12 meses, podendo ser maior ou menor, conforme os cuidados diários do paciente. Como esperado, as rugas e sinais do envelhecimento voltam a surgir, exigindo a realização de um novo procedimento.

Perguntas frequentes

Algumas dúvidas podem surgir antes e durante do rejuvenescimento facial a laser. Conheça algumas delas:

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões varia de acordo com o objetivo do paciente, no entanto, normalmente são necessárias de 2 a 4sessões. A periodicidade também varia conforme a indicação (entre 30 a 90 dias), bem como a orientação médica.

Quanto tempo duram os efeitos?

Os efeitos duram em média 12 meses, podendo variar de acordo com os cuidados adotados pelo paciente para manter a saúde da pele.

O laser dói?

Pode haver um pequeno desconforto durante a aplicação e descamação nos primeiros dias. Esses efeitos podem ser amenizados com cremes ou pomadas sugeridos pelo dermatologista.

Há efeitos colaterais?

Não, além de um pequeno desconforto, não há efeitos colaterais, no entanto, é preciso buscar apenas tratamento com dermatologista com especialização e em consultório dermatológico.

Quais os cuidados ao escolher o profissional?

É importante avaliar se o dermatologista tem registro na Sociedade Brasileira de Dermatologia válido, além de pesquisar sobre o aparelho que vai ser usado, se possui registro da Anvisa e qual a técnica utilizada. Para realizar quaisquer tratamentos estéticos, é importante contar com quem está comprometido com sua saúde. 

Deixe o seu comentário

Abrir chat
Agende sua avaliação