Como funciona a manutenção do Botox

O Botox tornou-se um dos procedimentos estéticos mais populares. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos é o tratamento facial não invasivo mais realizado. No Brasil não é diferente, no entanto, assim como outras técnicas é preciso ter cuidados, inclusive na manutenção. 

Ainda não sabe como funciona a manutenção do Botox? 

A manutenção do Botox nada mais é do que novas aplicações para manter os efeitos, visto que a toxina botulínica tem um tempo de vida determinado no organismo. Alguns fatores internos e externos contribuem para um maior ou menor tempo de ação. 

Leia também: Toxina botulínica – tudo o que você precisa saber sobre

No post de hoje vamos sanar as principais dúvidas de quem já aplicou uma vez e tem interesse em repetir a aplicação. É algo que requer o acompanhamento do dermatologista, mas podemos esclarecer alguns pontos sobre o tema. Continue lendo e entenda mais. 

Como funciona o Botox

Antes de nos aprofundarmos quanto a frequência e quantidade, é importante entender como a toxina botulínica age no organismo. 

Quando a substância é aplicada nos músculos faciais impede a liberação da acetilcolina nos terminais nervosos. Isso ocorre porque o Botox se liga ao receptor neural e não deixa que ocorra a sinapse no músculo, inibindo a liberação de neurotransmissores na fenda sináptica e como consequência a contração muscular. 

Com os nervos bloqueados, não chega a informação para que os músculos se contraiam. Isso relaxa a pele, a deixa mais esticada, suaviza as linhas de expressão e torna as linhas finas menos visíveis. 

Ocorre que com o passar do tempo, o organismo cria novas terminações nervosas para chegar até os músculos “afetados” e com isso ele volta ao seu aspecto anterior à aplicação. Esse período varia entre a média de 4 a 6 meses, mas pode chegar a 12 meses dependendo de como o organismo se comporta e os cuidados do paciente. 

Por isso é necessária a manutenção com novas aplicações, conforme as necessidades do paciente. 

Design sem nome 61

Como é feita a manutenção

Tão importante quanto reduzir as linhas de expressão, rugas e vincos da pele, a aplicação do Botox deve manter a simetria entre os lados. Por isso, antes da manutenção, o profissional vai avaliar cada caso, como o organismo tem se comportado com a toxina e os hábitos do paciente. 

A partir daí é feita a marcação dos novos pontos que vão receber as aplicações e a quantidade de unidades necessárias para manter os mesmos resultados da sessão anterior.

Em geral, se uma quantidade menor for injetada na área alvo, os resultados tendem a desaparecer com mais rapidez. O dermatologista vai avaliar as condições do paciente para definir a dosagem apropriada para cada uma das áreas-alvo.

Na primeira sessão, o profissional tende a começar com uma dose mais baixa para ver a resposta do paciente. Se for positiva, ele pode aumentar a dosagem na manutenção.

Como fazer o Botox durar mais tempo

O Botox pode durar mais ou menos tempo conforme os hábitos do paciente. Isso quer dizer que se você quer manter a pele saudável e retardar os efeitos do envelhecimento, deve manter uma rotina de cuidados, dos quais podemos ressaltar:

Mantenha o colágeno forte e estimulado com o uso de hidratantes e dermocosméticos com colágeno receitados pelo dermatologista, como retinol, o ácido retinoico, hidroxiácidos, entre outros;
Evite a exposição prolongada ao sol sem proteção ou a ambientes muito quentes, como cozinhas industriais ou o uso prolongado do secador de cabelo;
Quando se maquiar, retire todo o excesso de maquiagem e faça a limpeza de pele. Nada de dormir maquiada;
Coma alimentos ricos em Vitamina C, como as frutas cítricas, além de alimentos ricos em colágenos como carnes, ovos, castanhas e gelatina;
Evite fazer caretas quando estiver fazendo atividades físicas ou franzir a testa quando estiver com raiva. Pode parecer difícil ou algo irrisório, mas ajuda a evitar o surgimento de linhas de expressão;
Beba bastante água, visto que a hidratação é importante para manter a saúde da pele como um todo e não apenas para a manutenção do Botox;
Evite o consumo de tabaco, pois o cigarro interfere na produção de colágeno.
Design sem nome 4

Perguntas frequentes

Veja algumas perguntas frequentes sobre a manutenção do Botox:

Porque o meu Botox dura tão pouco?

Cada pessoa reage ao Botox de uma forma diferente. Normalmente, seus efeitos duram entre quatro a seis meses, no entanto, algumas pessoas podem não manter hábitos saudáveis ou o organismo se comporta de forma diferente, criando novas terminações nervosas antes desse período, o que reduz o tempo de ação da toxina.

Posso aplicar o Botox antes de 4 meses?

Tudo vai depender de como o organismo se comporta com o Botox, mas geralmente o dermatologista define um período mínimo de 4 meses. Se for necessário fazer a reaplicação antes disso, será uma dosagem bem pequena. 

É seguro aplicar Botox mais de uma vez por ano?

Sim, as injeções de Botox são seguras para o uso contínuo, inclusive podem ser associadas a outros tratamentos estéticos. O profissional pode definir um tratamento a longo prazo, com datas definidas previamente para o paciente.

Posso ficar com o rosto esticado?

Hoje em dia, com a modernização das aplicações, capacitação dos profissionais, quantidades e dosagens específicas, erros como pálpebra caída, pele muito esticada com efeitos exagerados são cada vez mais raros. 

São feitos testes para avaliar a resposta do paciente e quantidade aplicada é segura para evitar quaisquer problemas. Por isso é importante procurar por um profissional certificado e com experiência prévia. 

 

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário

× Agendamento de Consulta