Botox labial – como a toxina botulínica age na boca

Você já ouviu falar em botox labial? A técnica é diferente do preenchimento labial e não é utilizada para dar volume aos lábios, mas sim para atenuar rugas e proporcionar aquela “levantada” na região. 

Confira: Toxina botulínica – tudo o que você precisa saber sobre

No post de hoje vamos falar um pouco mais da técnica, a quem é indicada, contraindicações, entre outros pontos relevantes para quem tem interesse em se submeter à terapia. 

Para que o botox labial é indicado?

Atenuar marcas das rugas peribucais

As rugas peribucais são popularmente chamadas de rugas “código de barras” por conta das listras que se parecem com as linhas verticais não uniformes. São marcas normais relacionadas ao envelhecimento da pele, causadas pela perda de elastina e colágeno.

Três grupos sofrem mais com o aparecimento desse tipo de rugas. São eles:

  • Fumantes – quem fuma usa mais a musculatura da região da boca, que fica mais exposta à ação dos radicais livres que causam o envelhecimento cutâneo;
  • Pele clara – pessoas com pele clara têm menos melanina e como consequência menos proteção  contra os raios ultravioletas, dessa forma os sinais de envelhecimento costumam aparecer mais cedo;
  • Problemas dentários – determinados problemas dentários fazem com que a musculatura se mantenha em uma posição diferente da que deveria, contribuindo para a formação de rugas e sulcos. 

A aplicação da toxina botulínica vai promover o relaxamento da musculatura do lábio superior, amenizando os efeitos dos sinais de envelhecimento.

Levantar a pele caída dos cantos da boca

Com o passar do tempo, há uma perda sensível do volume na região do canto dos lábios inferiores. As rugas nos cantos da boca tem como principal causa o movimento do músculo orbicular da cavidade bucal, responsável pelo fechamento dos lábios.

As contrações das fibras musculares repetidas, como na mastigação, e o envelhecimento natural da pele formam as rugas, que com o tempo ficam mais evidentes mesmo com os lábios relaxados. Esses sinais são mais notáveis em pessoas com idade avançada, fumantes e pessoas com o hábito de movimentar constantemente os lábios. 

A aplicação da toxina botulínica no músculo depressor do ângulo relaxa a musculatura da região, o que proporciona ao paciente um aspecto mais alegre e descansado.

Dentre os potenciais benefícios da toxina ao redor da boca temos:

Reduz vincos no lábio superior e inferior;
Suaviza e remove linhas de expressão nos cantos da boca;
Eleva os cantos da boca;
Melhora o aspecto dos lábios superiores;
Corrige o sorriso das pessoas que mostram muito a gengiva.

Como é aplicação da toxina botulínica

Inicialmente é feita a avaliação com o dermatologista para cogitar a necessidade do procedimento, quais os possíveis resultados, regiões em que a toxina será aplicada, entre outras dúvidas. O importante aqui é entender como será feita a aplicação e os cuidados antes e depois da sessão. 

No dia da aplicação, é utilizada anestesia local ou anestésico tópico para evitar quaisquer desconfortos do paciente. A toxina é aplicada com injeções com agulhas muito finas ou micro cânulas. 

Quando aplicado na pele, a toxina botulínica bloqueia os sinais emitidos pelo cérebro nas terminações nervosas, dificultando a comunicação, e como consequência relaxam ou contraem os músculos (dependendo do objetivo do tratamento). 

Dentro da célula, a toxina impede a liberação da acetilcolina, algo que dura entre 4 a 6 meses, no caso, o tempo de ação do botox. Depois desse período, a comunicação nas terminações nervosas volta a acontecer como antes e a pele recupera o seu aspecto que anterior à aplicação. Por isso são necessárias mais de uma sessão para manter o efeito por mais tempo. 

Agende sua consulta

Agende uma consulta e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Atendimento de Segunda a Sábado

Indicações

Pessoas acima dos 25 anos, que apresentam sinais evidentes de envelhecimento ao redor da boca. Embora não seja a principal indicação, o botox também aumenta o volume dos lábios. Esse efeito é bem tênue em relação a outros procedimentos, como o preenchimento labial com ácido hialurônico. 

Contraindicações

Embora o botox seja minimamente invasivo e não apresente riscos à saúde do paciente, há situações em que a aplicação da toxina botulínica nos lábios é contraindicada. Durante a consulta é feita a avaliação do paciente para verificar se há alguma condição que impeça o tratamento, o que inclui:

  • Alergia a algum dos componentes da formulação a albumina ou lactose (existem diferente tipos de botox, que podem contornar essa problemática); 
  • Doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias;
  • Pessoas que fazem tratamento com algum anti-inflamatório, pois pode reduzir a ação da toxina;
  • Grávidas e lactantes;
  • Pessoas com alguma lesão cutânea próxima à região;
  • Pessoas que tomaram a vacina anti-tetânica, pois esta também pode inibir a ação do botox.  

Cuidados antes e depois do procedimento

Existem alguns cuidados que devem ser tomados antes e depois da aplicação para evitar quaisquer efeitos colaterais. 

Durante os dias que antecedem a sessão, o paciente deve parar com o uso de anti-inflamatórios. 

Apesar de não haver necessidade do paciente mudar sua rotina, deve evitar exercícios físicos nos primeiros dois dias, exposição solar sem filtro de proteção e evitar fazer massagens na região aplicada. 

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais são mínimos, principalmente se for feita uma avaliação minuciosa com o profissional. Entre os mais comuns estão:

  • Náuseas;
  • Sintomas semelhantes ao da gripe;
  • Enxaqueca;
  • Pequenos hematomas na região;
  • Fraqueza temporal dos músculos;
  • Ptose (queda dos músculos

Vale ressaltar que seguindo as recomendações do profissional, esses efeitos colaterais dificilmente vão aparecer. 

Dúvidas frequentes

Vamos a algumas dúvidas que comumente surgem quando a pessoa cogita aplicar o botox:

Quanto tempo dura o botox labial?

Em geral de 4 a 6 meses, mas pode durar mais, conforme a aceitação do organismo do paciente.

Botox e preenchimento labial são a mesma coisa?

Não, o botox utiliza a toxina botulínica e seus efeitos de preenchimento são limitados, embora possa dar mais volume aos lábios. O mais indicado para o preenchimento é o ácido hialurônico, também minimamente invasivo e com pouquíssimos efeitos colaterais quando realizado no consultório dermatológico.

Posso fazer o preenchimento labial e o botox?

Sim, as duas técnicas podem ser usadas em conjunto, mas em dias diferentes. Unindo-as o paciente pode apresentar melhores resultados, mas é necessária a recomendação/acompanhamento profissional.

Minha boca pode ficar torta com botox? 

Dificilmente isso pode acontecer, mas há um risco, principalmente quando não é feita a avaliação médica. Quando realizados todos os cuidados, os efeitos colaterais são muito raros. 

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – São Paulo – SP

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário

Abrir chat
Agende sua avaliação