Melhor Laser para Manchas

O laser é o método mais eficaz para o tratamento das principais manchas de pele. Seu poder de ação permite remover desde as máculas mais simples até as mais complexas que correm o risco de se tornar algo mais grave. 

O post de hoje é dedicado às tecnologias utilizadas na laserterapia para fins estéticos, sobretudo para o clareamento de manchas. Portanto, continue lendo o post para saber qual é o melhor laser para manchas e como ele age na pele – entre outras informações importantes para quem quer se submeter ao tratamento.

Como o laser age nas manchas 

Os aparelhos destinados a fins estéticos apresentam duas tecnologias: ambas são baseadas em disparos que atingem um determinado alvo gerando calor. Os alvos podem ser um pelo, um pigmento de melanina ou de tatuagem e até as moléculas de água presentes na pele para estimular a produção de colágenos. 

No caso das manchas, esses disparos são feitos diretamente no pigmento conforme o seu tipo. São eles: 

  • Ablativo – lasers ablativos removem a superfície da pele, destruindo o pigmento. Em poucos dias, uma pequena crosta se forma e, quando cicatriza, a mancha não está mais lá. 
  • Fracionado não ablativo – lasers não ablativos agem nas camadas mais profundas da pele, estimulando a produção de colágeno e elastina, sem comprometer a superfície da pele. 

Os dois tipos de laser são usados para o clareamento de manchas. A escolha vai depender de uma série de fatores, como o local das manchas, a intensidade do laser e área pigmentada. O laser não ablativo, por exemplo, é mais indicado para manchas no rosto e para áreas mais sensíveis da virilha e das axilas. 

Tecnologias mais comuns de laser

Quando procuramos na Internet laser para manchas ou tratamentos estéticos, é comum nos depararmos com termos como Laser Picosegundos, Laser Spectra, Yag, Rubi, entre outros. Abaixo você pode ver algumas diferenças entre cada tecnologia:

Laser Picossegundo (Discovery Quanta)

Os lasers de picossegundos interagem com tecidos através de dois mecanismos principais: interação fotomecânica ou fotoacústica e ruptura óptica induzida por laser (LIOB, na sigla em inglês).

A interação fotomecânica ocorre quando a duração do pulso é menor que o tempo de confinamento inercial, levando à fratura de cromóforos com menor energia, um processo conhecido como “ablação a frio”. Por outro lado, o LIOB envolve a produção de uma coleção de elétrons livres chamada plasma, que ablação dos tecidos. Esse processo é sempre seguido por fotodisrupção, e resulta na eliminação de vacúolos e detritos, bem como no aumento do colágeno e elastina dérmicos.

Esses mecanismos tornam os lasers de picossegundos adequados para várias aplicações dermatológicas, como remoção de tatuagens e tratamento de lesões pigmentadas e envelhecimento da pele. A aplicação de plasma de nitrogênio também foi estudada para melhorar a eficiência dos processos de laser de picossegundos para ablação de materiais, demonstrando aprimoramentos significativos na eficiência de remoção.

Precisão e Eficácia

Os lasers de picossegundos emitem pulsos ultra-curtos, tipicamente na faixa de picossegundos (10^-12 segundos), permitindo o direcionamento preciso de tecidos ou materiais. Isso leva a uma eficácia aprimorada em vários tratamentos e processos de fabricação.

Redução de Danos Térmicos

A duração ultra-curta do pulso dos lasers de picossegundos resulta em mínima geração de calor, reduzindo o risco de danos térmicos aos tecidos ou materiais circundantes. Isso é particularmente vantajoso em aplicações médicas e industriais.

Aplicações Clínicas

Lasers de picossegundos demonstraram eficácia na remoção de tatuagens, tratamento de lesões pigmentadas e rejuvenescimento da pele.

discovery pico 1

Outros Lasers

Lasers de diodo de baixa intensidade 

É o menos utilizado para clareamento de manchas devido à inserção no mercado de novas tecnologias, mas ainda assim é muito útil.

Como o nome já diz, o diodo é o componente principal do laser e é capaz de favorecer a passagem de corrente elétrica. Os de baixa intensidade são os empregados na estética devido à sua ação superficial na pele. É especialmente indicado para o tratamento da acne por conta do combate às bactérias que causam a infecção.  

Laser Nd Yag (laser de Neodímio – Nd — YAG – ítrio-alumínio-granada) 

É a tecnologia não ablativa mais popular atualmente por causa da sua versatilidade e maior potencial de penetração. É indicado tanto para o clareamento de manchas superficiais quanto das mais profundas e em diferentes partes do corpo, incluindo o rosto

O Laser Nd Yag libera pulsos de alta energia em intervalos de tempo muito rápidos. Além das manchas, é empregado em tratamentos estéticos como rejuvenescimento facial, redução de vasos, depilação, etc.

Laser fracionado de CO2 

Também é um laser não-ablativo, versátil e muito utilizado nos tratamentos estéticos em geral. 

O laser fracionado funciona a partir da afinidade com a água presente na pele. O intuito é aumentar a temperatura para destruir o pigmento ou tecido danificado e promover a renovação da pele. Sua maior vantagem é estimular a produção de colágeno.

Laser Rubi

O laser Rubi possui este nome devido ao cristal de rubi sintético que serve como base para a emissão da energia luminosa usada nos tratamentos. Produz um comprimento de onda de 694,3 nm na cor vermelha e cada disparo é emitido a uma velocidade de milissegundos. 

É uma tecnologia antiga, mas que passou por adaptações e hoje é utilizada no tratamento de manchas e, principalmente, remoção de tatuagem

Mas, afinal, qual é o melhor laser para manchas?

laser discovery pico quanta

Os lasers de picossegundos são recomendados para o tratamento de lesões pigmentadas devido à sua capacidade de proporcionar tratamentos altamente eficazes e minimamente invasivos através da fototermólise seletiva. As características incluem:

  • Duração Ultra-Curta do Pulso: A duração ultra-curta dos pulsos do laser de picossegundos, que é muito menor que o tempo de relaxamento térmico dos melanossomos, permite o confinamento do calor e a disrupção seletiva das células contendo melanina, resultando em efeitos de tratamento eficazes.
  • Comprimento de Onda de 755 nm: Comumente empregado em dispositivos de laser de picossegundos, penetra profundamente no tecido da pele e possui uma grande razão de absorção óptica de melanina em relação à hemoglobina, tornando-o adequado para o tratamento de lesões pigmentadas dérmicas.
  • Eficácia e Tolerância: Os lasers de picossegundos mostraram-se eficazes e bem tolerados no tratamento de várias lesões pigmentadas, incluindo sardas, lentigos solares e melasma, com risco mínimo de hipo ou hiperpigmentação.
  • Superioridade sobre Outros Sistemas de Laser: Pesquisas também demonstraram que os lasers de picossegundos superam outros sistemas de laser, como os lasers Q-switched, em termos de eficácia e segurança para o tratamento de lesões pigmentadas.

Tratamento de Lesões Pigmentadas

Os lasers de picossegundos são usados para tratar lesões pigmentadas, como sardas e lentigos solares. Eles têm se mostrado muito eficazes para sardas e moderadamente eficazes para lentigos solares. No entanto, podem ser ineficazes e possivelmente perigosos para condições como melasma.

Remoção de Tatuagens

Os lasers de picossegundos são eficazes na remoção de tatuagens, especialmente aquelas com tintas preta e azul. Eles funcionam emitindo pulsos ultra-curtos que fragmentam a tinta em partículas minúsculas, facilitando a eliminação pelo corpo. Pesquisas mostraram que os lasers de picossegundos são mais eficazes do que seus equivalentes em nanossegundos para remoção de tatuagens, com efeitos colaterais menores como dor, hiperpigmentação e hipopigmentação.

Rejuvenescimento da Pele

Os lasers de picossegundos também são usados para rejuvenescimento da pele. Os pulsos ultra-curtos têm como alvo pigmentos específicos na pele, estimulando a produção de colágeno e melhorando a textura da pele.

Tratamento de Lesões Pigmentadas Dérmicas

  • Os lasers de picossegundos foram comparados aos lasers de nanossegundos no tratamento de lesões pigmentadas dérmicas. Pesquisas mostraram que o laser de 755 nm com 550 picossegundos é significativamente mais eficaz do que o laser de 755 nm com 50 ns no tratamento de condições como o nevo de Ota, com efeitos colaterais mínimos.

Em resumo, os lasers de picossegundos são valiosos em ambientes clínicos para remoção de tatuagens, tratamento de lesões pigmentadas e rejuvenescimento da pele, oferecendo opções de tratamento eficazes e precisas com efeitos colaterais mínimos.

Cuidados ao escolher o laser para tratamento de manchas

Quem define o melhor laser para o tratamento é sempre o dermatologista. Ele é o profissional mais indicado para avaliar clinicamente as manchas, identificar suas causas e possíveis tratamentos. 

Se a laserterapia for a eleita, é o dermatologista quem vai indicar o laser mais interessante e os cuidados antes e depois do procedimento. 

Durante a sessão, o paciente sentirá apenas um leve incômodo ou ardência. Os efeitos colaterais são mínimos quando realizados em consultório dermatológico e sob a supervisão de um profissional. 

Vale ressaltar que determinadas pessoas não podem se submeter ao tratamento a laser para clareamento de manchas, sendo elas:

  • Lactantes e gestantes;
  • Pessoas com enfermidades autoimunes ativas, como psoríase;
  • Pessoas com infecções ou feridas no local do tratamento;
  • Pessoas que fazem uso de medicamentos fotossensibilizantes ou anti-inflamatórios que não podem ser suspensos;
  • Pacientes com diabetes não controlada;
  • Pacientes com hipertensão não controlada;
  • Pessoas com vitiligo.

Tratamento com Laser Picosegundo Quanta Discovery Plus em São Paulo – Eficaz para Manchas

AGENDAMENTO ONLINE

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – Al. Jaú 695 – São Paulo – SP

Agende uma Consulta e saiba mais sobre os tratamentos e protocolos estéticos mais indicados para potencializar suas características naturais.

NOSSA ESTRUTURA

Clínica localizada na região dos Jardins em São Paulo

Conta com estacionamento coberto no local com manobrista gratuito. Amplas instalações modernas. A clínica está pronta para receber seus pacientes de forma especial, e utilizar últimas tecnologias do mercado de maneira eficaz.

Juliana Toma Medica scaled
UM POUCO SOBRE A DRA.

Dra. Juliana Toma

CRM-SP 156490 / RQE 65521

Médica dermatologista, com Residência Médica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP-EPM).

Especialização em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Fellow em Tricologia, Discromias e Acne pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica pela Harvard Medical School – EUA

CONHEÇA A EQUIPE

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário