O que você queria saber sobre esfoliação

No mercado existem vários tipos de esfoliantes, entretanto, devido à variedade é preciso saber escolher os produtos indicados para o seu tipo de pele, além de saber como fazer a aplicação.

Através da esfoliação é possível remover as células mortas e garantir um aspecto saudável para a pele. O esfoliante é recomendado para remover as impurezas da camada externa da pele, desta forma, ele garante uma melhora na textura.

Ao fazer a esfoliação é possível ativar e regenerar as células e remover as camadas externas da pele o que promove uma melhor textura da pele. Com a esfoliação é possível evitar o aparecimento de cravos, espinhas e áreas ásperas e ressecadas.

Em todo caso se existem dúvidas de como e quando esfoliar veja algumas dicas abaixo.

 

      

Químicos e físicos

esfoliação

Os esfoliantes podem ser divididos em físicos e químicos, porém, a diferença é de como pode ser removida as células da pele.

Os esfoliantes físicos age de forma mecânica, e remove as camadas externas da epiderme, enquanto os químicos destroem as células com mais contato.

Além disso, os esfoliantes químicos pode ter agente ácido e não podem ser usados sem orientação médica.

      

Tipos de esfoliantes

esfoliantes para sua pele bonita

Faciais

Eles ajudam a retirar as células mortas da pele do rosto, desta forma, renova e ajuda a aperfeiçoar o uso de hidrante ou ácido. Para as peles com acne inflamada, evite passar em cima das lesões, pois pode agravar a situação.

      

Corporais

Possui a mesma função de tirar as células mortas da pele, e prepara a pele para receber o hidratante, algum tratamento ou para quem for fazer bronzeamento a jato.

      

Os pés

Para este tipo de esfoliação ele é recomendado para remover as asperezas desta região, além disso, o indicado é que ele seja usado com um hidratante à base de ureia, pois ajuda a melhorar o aspecto dos pés, até mesmo os rachados.

      


Frequência ideal

Durante a aplicação é preciso ter atenção, pois as peles secas o ideal é utilizar uma vez por mês, as oleosas o correto é duas vezes por semana, enquanto as mistas podem passar pelo processo a cada dez dias, mas o recomendado é consultar um médico para indicar a forma correta.

      

Aplicação do esfoliante

Na aplicação mantenha a pele calma e não exagere, o ideal é aplicar o produto com a pele limpa e em movimentos circulares e com pouca pressão para não causar irritação na pele.

Durante a aplicação é possível fazer uma pressão maior nas regiões mais propensas à oleosidade, como nariz, queixo e testa, enquanto no corpo pode ser moderada, colocando mais força em áreas mais ásperas como joelhos, cotovelos e calcanhares.

      

Esfoliantes caseiros

Os esfoliantes caseiros também são boas opções baratas e caseiras e também garantem resultados, Uma dica é o esfoliante de açúcar mascavo e mel, esta receita ajuda a eliminar as células mortas e ainda traz uma economia para o bolso. Além desta versão tem a de mel cristalizado para aplicar na sauna, ou ainda a de açúcar mascavo, mel e canela em pó.

AGENDAMENTO ONLINE

Agende uma consulta através do nosso WhatsApp

Dra. Juliana Toma – Médica Dermatologista pela Universidade Federal de São Paulo – EPM

Clínica no Jardim Paulista – Al. Jaú 695 – São Paulo – SP

Agende uma Consulta e saiba mais sobre os tratamentos e protocolos estéticos mais indicados para potencializar suas características naturais.

Dra. Juliana Toma

CRM-SP: 156490 / RQE: 65521. Médica Especialista em Dermatologia pela SBD. Residência Médica em Dermatologia pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo. Pós-Graduação em Dermatologia Oncológica pelo Instituto Sírio Libanês. Pós-Graduação em Pesquisa Clínica - Principles and Practice of Clinical Research - Harvard Medical School (EUA).

Deixe o seu comentário